Salvador da BahiaGramática

Salvador da Bahia Gramática

A seguir, você encontrará atividades de gramática e uma explicação sobre o imperativo. Os arquivos estão em PDF. Você precisará ver os vídeos abaixo para fazer algumas das atividades. 

Para você que vai estudar fora

Rômulo e Rosana dão conselhos para quem quer se aventurar a estudar Português na Bahia. Ouça:

  • Atitude positiva (Rômulo)
    show/hide text

    Rômulo: Bom, você que vem estudar português em Salvador… é… eu acho importante que você… é… estando com a sua família hospedeira, que você tente falar o máximo possível em português. Agora… é… a sua família também pode ter interesse em … é… falar com você na sua língua. Então estar aberto também a essa… é importante que você esteja aberto a essa necessidade também da família. Ah!… uma outra coisa é que você tenha uma atitude… é… com relação a diferenças culturais, uma atitude positiva. Que você venha sem julgar aquilo que é diferente do que você está acostumado na sua cultura. Ou seja, se você tem um bom conhecimento também da sua própria cultura… é… eu acho que isso vai possibilitar que você… é… se relacione bem com o que é diferente.

    show/hide text

    Rômulo: Well, for you who’s coming to study Portuguese in Salvador... I think it’s important that you... whenever you’re with your host family, that you try to speak Portuguese as much as possible. Now... your family might also be interested in speaking to you in your language. So, being open to this... it’s important that you are open to that need of the family. Oh... something else is that you keep a positive attitude in regards to cultural differences. That you don’t come judging what is different from what you’re used to in your culture. In other words, I think having a good knowledge of your own culture will enable you to deal well with differences.

  • Estranhamento (Rosana)

    Termos úteis

    Estranhamento: não estar familiarizado com algo.

    Ó: interjeição para chamar a atenção do ouvinte; pode ser também contração do termo “olha”, também com o mesmo propósito.

    show/hide text

    Rosana: Ó, esteja preparado pra sentir um certo estranhamento porque não somente é uma língua estrangeira, né, é uma língua diferente que cê vai encontrar aqui, como é uma cultura diversa da sua, então teja (esteja) pronto pra isso.

    show/hide text

    Rosana: Look, be prepared to feel a strange sense, because not only is it a foreign language, you know, it’s a different language that you will find here, as well a diverse culture from yours, so be ready for that.

Na sala de aula

Veja os vídeos a seguir para ter um gostinho das aulas de Rosana, Renata e Olga, e observe as diferentes maneiras como elas instruem os seus alunos.

  • Na aula de Português (Rosana)
    show/hide text

    Rosana: Então pessoal, eu quero que vocês, por favor, abram o livro na página dez, leiam as instruções, depois o texto, e respondam às perguntas de compreensão.

    show/hide text

    Rosana: So everybody, I want you to, please, open the book to page ten, read the instructions, the text, and answer the comprehension questions.

  • Na aula de balé (Renata)

    Termos úteis

    Flex: redução de flexionar (talvez jargão; não usado correntemente).

    Fiozinho: fio de cabelo.

    show/hide text

    Renata: Isso! Muito bem! Isso, Nina vira de barriga pra cima. Isso! Junta a perninha, Nina! Puxa a pontinha e dobrou, e esticou, flex, ponta, dobrou e desceu. (…) E vamos puxar o fiozinho, isso, prega lá no teto, muito bem, segura o joelhinho. 

    show/hide text

    Renata: There! Very good! Great, Nina, turn on your back. There! Put your legs together, Nina! Point your toes and bend, and point, flex, point, bend and down. Let’s pull a little wire, good, tie it on the ceiling, very good, and hold your knees.

  • Na aula de ioga (Olga)

    Termos úteis

    Inspirar: fazer o ar entrar nos pulmões.

    Expirar: expelir o ar dos pulmões.

    Postura: posição do corpo.

    Ásana: posição de ioga.

    show/hide text

    Olga: Uma pausa, e assim vamos repetir. Preparem. Preparação, inspirando, vem, vem, vem, vem, vem, fiquem, fiquem, fiquem, quanto mais tempo, mais vivência, com a própria postura, com a própria ásana, com a própria pose. Não aguentando mais, voltando, expirando.

    show/hide text

    Olga: Let’s pause, and repeat. Prepare. Preparation, inhale, come, come, come, come, stay, stay, stay, the longer you stay, the more experience, with your own posture, with your own Asana, with your own pose. If you can’t stay longer, come back, exhale.

  • Postura do gato (Olga)
    show/hide text

    Olga: Nesta postura nós vamos inspirar, levantem a cabeça, barriga pra fora, e expirando, barriga pra dentro, solta tudo, alonga a coluna.

    show/hide text

    Olga: In this pose we are going to inhale, lift up your head, belly out, and exhale, belly in, release, elongate the spine.

Dicas

Pedimos a alguns baianos para nos dar umas dicas sobre o que fazer em Salvador. Aproveitamos o embalo para conversar também com um carioca e uma mineira. Acompanhe os vídeos para saber mais e fique atento aos tempos verbais que aparecem nos depoimentos. 

  • Dicas sobre Salvador (Rosana)

    Termos úteis

    Acarajé: palavra que vem de acará (peixes) + jê (palavra iorubá que significa comer); prato típico afro-brasileiro feito com peixes, camarões e pimenta.

    Bobó de camarão: prato de origem africana feito com feijão, aipim, azeite de dendê, banana, pimenta e camarão.

    Moqueca: prato refogado de peixe e/ou mariscos, temperado com pimenta, leite de coco e azeite de dendê. 

    show/hide text

    Rosana: Não deixe de ir ao Pelourinho, lá é um lugar muito interessante… é… vá à praia no Porto da Barra, a minha preferida, e experimente acarajé, experimente moqueca, experimente bobó de camarão.

    show/hide text

    Rosana: Do not miss Pelourinho, it’s a very interesting place... go to the beach at Porto da Barra, my favorite, and try acarajé, try moqueca, try bobó de camarão.

  • As três baianas (Rômulo)

    Termos úteis

    Acarajé: palavra que vem de acará (peixes) + jê (palavra iorubá que significa comer); prato típico afro-brasileiro feito com peixes, camarões e pimenta.

    Baiana: natural da Bahia; vendedora de iguarias típicas da culinária baiana, como o acarajé. 

    show/hide text

    Rômulo: Bom, eu tenho algumas dicas sobre Salvador que eu acho assim indispensáveis, né, ah... que você… é… siga. Uma delas é experimentar o acarajé. Experimente o acarajé no Rio Vermelho, em três baianas. É… você pode cada dia ir numa diferente. É… uma é Cira, que fica no Largo da Mariquita, a… a outra baiana é Dinha, que é a mais antiga que tem, é o estande de acarajé mais antigo… é… há mais de sessenta anos, e perto de Dinha você tem o acarajé de Regina. Então prove você mesmo os acarajés e decida qual é o mais gostoso.

    show/hide text

    Rômulo: So, I have some tips about Salvador that I find essential for you to follow. One of them is to try acarajé. Try acarajé at Rio Vermelho, from the three baianas. You can go to a different one each day. One of them is Cira, at Largo da Mariquita, the other baiana is Dinha, the one who’s had the acarajé stand the longest, over sixty years, and by Dinha you have Regina’s acarajé. Try them and decide for yourself which one is the best.

  • Feijoada, caipirinha e “Maraca” (Marcelo)

    Termos úteis

    Regado a: acompanhado de.

    Delícia: muito gostoso; muito bom.

    Pegar uma praia: ir à praia.

    Maracanã: gigantesco estádio de futebol da cidade do Rio, “apelidado” de Maraca.

    Time do coração: equipe de futebol pelo qual se torce.

    Churrascaria: restaurante especializado em carnes.

    Rodízio: sistema comercial de churrascaria, pelo qual o cliente paga preço único para se servir de todos os tipos de carnes e outros alimentos em quantidade ilimitada.

    show/hide text

    Marcelo: Se você nunca foi pro Rio de Janeiro, algumas coisas você tem que fazer. Então, vai comer uma feijoada no sábado, regada a boa caipirinha, e de tarde vai ver o pôr do sol em Ipanema, que é uma delícia. No domingo pega uma praia na Joatinga de manhã, depois vai no (ao) Maracanã torcer pelo seu time do coração, no caso o Fluminense, claro, e de lá vai numa churrascaria rodízio, que é uma delícia, com milhões de carnes sendo servidas ao mesmo tempo. Programa sensacional!

    show/hide text

    Marcelo: If you’ve never been to Rio de Janeiro there are some things you have to do. So, you need to have a feijoada on Saturday, accompanied by a good caipirinha, and go watch the sunset in Ipanema, which is great. On Sunday go to the beach in the morning at Joatinga then go to Maracanã Stadium to root for your favorite soccer team, Fluminense in this case, of course, and from there go to a steak house that serves many different cuts of meat at the same time. What a great outing!

  • Se você for a Minas Gerais (Letícia)

    Termos úteis

     

    Bichinho: pequeno vilarejo no estado de Minas Gerais, localizado entre os         municípios de Tiradentes e Prados.

    Bolinho de fubá: massa doce frita, feita à base de farinha de milho (fubá). 

    Feijão tropeiro: feijão misturado com farinha de mandioca, lingüiça, ovo, torresmo e temperos; tem esse nome porque era muito consumido no período colonial pelos tropeiros, os homens que faziam transporte de mercadorias a cavalo.

    Oficina de Agosto: casa de artesanato que vende produtos feitos a partir de material reciclado, manufaturados por diversos artesãos locais, promovendo a sustentabilidade na região em que vigora.

    Ouro Preto: cidade de Minas Gerais, muito importante no período colonial, foi declarada pela Unesco, em 1980, Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade; está localizada a cerca de 100km de Belo Horizonte.

    Pampulha: bairro de Belo Horizonte considerado o centro de atividade desportiva da cidade, com estádios, clubes e o campus da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

    Pão de queijo: popular aperitivo brasileiro, feito à base de polvilho, ovo, óleo, queijo e sal.

    Tiradentes: pequeno município de Minas Gerais, famoso centro histórico de arte barroca; durante os séculos XVII e XVIII era chamado de Vila de São José, mas, depois da proclamação da República, adotou o nome de Tiradentes, em homenagem a Joaquim José da Silva Xavier, mártir brasileiro morto em 1792 por tentar combater os privilégios da Coroa portuguesa no Brasil.

    show/hide text

    Letícia: Então, Vivian, se você for a Minas Gerais… é… vá… vai… vai no… vai ao Mercado Central, ah… tome uma cervejinha gelada, come um fígado acebolado ali no Mercado… é… vale a pena também experimentar um feijão tropeiro, come um feijão tropeiro, come um bolinho de fubá, um pão de queijo saído do forno… é… também… é… vai a Ouro Preto, veja as igrejas mais lindas… é… Tiradentes, Bichinho.. é… é… procura as coisas da Oficina de Agosto, lindas, procê (para você) trazer pra sua casa… é… e em Belo Horizonte vai ver as… as… as obras do Niemeyer, vai na Pampulha… é… é isso. Tem muita coisa bonita.

    Vivian: Obrigada. Olha que eu vou, e vou mesmo, hein, Letícia?

    Letícia: Fica lá em casa!

    show/hide text

    Letícia: So, Vivian, if you go to Minas Gerais go to Mercado Central, have a cold beer, eat some liver with onions there, it’s also worth trying some feijão tropeiro, a bolo de fubá a pão de queijo right out of the oven... also go to Ouro Preto, visit the most beautiful churches... Tiradentes, Bichinho... you’ll find beautiful souvenirs for your home at Oficina de Agosto, go see Niemeyer’s works in Belo Horizonte, go to Pampulha... that’s it. There are many beautiful things to see.

    Vivian: Thank you! I might really go, Letícia!

    Letícia: You can stay at my house!