Todos os diasLeitura

Todos os dias Leitura

Nesta seção vamos ler a canção “Cotidiano”, escrita por Chico Buarque de Hollanda. Chico Buarque é considerado um dos mais importantes compositores de música popular brasileira (MPB). Nascido no Rio de Janeiro, em 19 de junho de 1944, Chico mudou-se cedo com a família para São Paulo e lá passou quase toda sua infância e adolescência, por causa do trabalho do pai, o historiador e sociólogo Sérgio Buarque de Hollanda.

Desde pequeno Chico demonstrava interesse pelas artes, e sua carreira como músico teve início nos anos 1960, época em que começou a participar de famosos Festivais de MPB e quando conheceu importantes artistas, como Elis Regina, Caetano Veloso e Gilberto Gil.

Nessa época também, no período de ditadura militar no Brasil, passou a sofrer perseguição do regime, teve algumas de suas músicas censuradas e se autoexilou na Itália, em 1969, país em que já havia morado por um breve período com a família, nos anos 1950.

Já de volta ao Brasil, lançou em 1971 o álbum Construção, no qual se encontra a música “Cotidiano”, uma linda canção que descreve o dia a dia de um casal, tema de nossa atividade desta seção.  A música aparece também nos álbuns Caetano e Chico juntos e ao vivo, de 1972, e Chico ao vivo, de 1999.

Clique no link abaixo para ler a composição “Cotidiano”, de Chico Buarque. Não se esqueça de clicar nas Atividades de Leitura logo abaixo do Glossário.

http://www.chicobuarque.com.br/construcao/mestre.asp?pg=cotidian_71.htm

Glossário

Afastar: sair de perto de um lugar, ficar distante.

Apertar: aproximar fortemente entre os braços.

Calar: ficar em silêncio, parar de falar.

Estrofe: cada grupo de versos de um poema.

Hortelã: planta comestível, com folhas pequenas e enrugadas, que tem gosto de menta.

Jurar: prometer.

Pavor: terror, grande temor ou grande medo.

Pegar: agarrar, juntar; aqui empregado no sentido de ir.

Pontual: que é exato no cumprimento de suas obrigações, respeita prazos e hora marcada.

Sacudir: movimentar algo ou alguém, para cima e para baixo, ou para os lados, de maneira repetida e com força.

Sufocar: não conseguir respirar, dificultar a respiração.

Verso: cada linha de um poema.