Fim de semanaLeitura

Fim de semana Leitura

Uma das mais legítimas expressões brasileiras é a roda dos botecos. Originárias da espontaneidade interativa das ruas, elas estão livres do formalismo das regras. Clique no PDF abaixo do Glossário para ler "A cultura do boteco", da jornalista Heliana DeWeese. Não se esqueça de clicar depois nas Atividades de Leitura.

 

Glossário

Achegados: aqueles que estão próximos, vizinhos.

Barzinho: diminutivo de bar, local onde se vendem bebidas.

Batuque: tipo de música e dança de origem africana, ao som de instrumentos de percussão (tambores).

Belisco: semelhante ao petisco, pequena porção de comida.

Boteco: diminutivo de botequim.

Botequeiro: pessoa que frequenta bastante o boteco.

Botequim: estabelecimento comercial que vende bebidas e petiscos.

Botecoterapia: gíria para demonstrar que o boteco também pode ser lugar para se fazer terapia, ou seja, para resolver problemas pessoais de uma forma descontraída.

Caipirinha: bebida popular brasileira feita à base de limão, açúcar, pinga e gelo.

Churrasqueira: local onde se assa o churrasco.

Churrasquinho de gato: gíria para designar que a carne não é de primeira qualidade.

Curtir: gostar, sentir prazer em fazer algo.

Espetinho: carne assada na churrasqueira e servida no espeto.

Fofoca de bastidores: conversa sobre coisas ou acontecimentos relativos a pessoas que não estão presentes.

Fora da roda: gíria para indicar que a pessoa não faz parte do ambiente.

Freguês: cliente, aquele que compra habitualmente.

Jogar conversa fora: gíria para indicar um bate-papo, uma conversa despretensiosa, sem muita importância.

Loura bem gelada: gíria para cerveja, referindo-se à sua cor e temperatura.

Padaria: estabelecimento comercial onde os pães são fabricados e vendidos.

Prato feito: comida típica brasileira, relativamente barata, que contém arroz, feijão, salada, batata frita e algum tipo de carne (pode ser bife, frango, linguiça ou peixe) ou ovo; a refeição já vem servida no prato.

Sapo de fora: gíria para designar aquele indivíduo que não faz parte do ambiente.

Trocados: pequena quantidade de dinheiro.